sábado, novembro 10, 2012

Inexplicável Dor


Triste e só…
Como se no meu coração
Apertasses um nó
Com exuberante comoção.
Como se tudo findasse,
E nada me amasse…

Triste e só…
As esperanças voam
Como se fossem pó.
Já não sei como soam
As palavras de amor.
Perdi-lhes o sabor…
Perdi a alegria
Que nas manhãs sentia
Quando acordava a teu lado
E sentia o teu corpo aconchegado.
Perdi a felicidade,
Ganhei a saudade…

Triste e só estou.
Tudo desapareceu…
Nem a luz ficou…

Um comentário:

Su Palanti disse...

Sua poesia é linda apesar de triste. Então, não poderia perder a oportunidade de dizer-lhe: talvez Palavras Incompletas", mas certamente poesia completa.
Bjuss