domingo, agosto 26, 2012

Falta de Atenção


Porque não me falas...
Deixas-me aqui assim,
Sem quereres saber de mim,
Enquanto fazes as malas...

É pena que o que sinto,
E acredita que não te minto,
Não te chame a atenção,
Não te atinja o coração...

É pena que o tempo,
Tal como o vento,
Não pare nem por um momento.

E assim te digo,
Como sempre te direi:
No amor sou mendigo
E contigo seria rei!